Trabalhou quase oito anos no Grupo Gazeta Mercantil, passou pelo Valor, DCI e revistas

domingo, 27 de junho de 2010

SAÚDE: Caos nos planos particulares


Fonte: Agência Brasil

Longas esperas por atendimento médico. Dificuldade para agendar uma consulta. Recusa na hora de contratar exames complexos ou obter remédios caros. Eis algumas das principais queixas de clientes insatisfeitos com planos de saúde aos órgãos de defesa do consumidor.

Durante o ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recebeu 12.728 denúncias de infrações cometidas pelas operadoras privadas. Além disso, pelo décimo ano consecutivo, as operadoras de seguro de saúde ocuparam o topo da lista de reclamações feitas ao Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec).

Já os Procons de 24 estados brasileiros, juntos, contabilizaram 14,8 mil queixas contra as operadoras no Sistema Nacional de Informação de Defesa do Consumidor (Sindec), do Ministério da Justiça. Para a assistente de direção do Procon-SP, Selma do Amaral, estes números são apenas um indício da situação, que ela diz ser pior.

“A situação é pior do que registramos. Há pesquisas que indicam que apenas 0,5% dos consumidores insatisfeitos reclamam dos problemas com os planos”, disse Selma à Agência Brasil. Leia aqui a matéria na íntegra.

Comentário: A população brasileira "está num beco sem saída", parafraseando o ditado popular. Pagamos as maiores taxas de impostos do mundo para ter direito, teoricamente, a investimentos em saúde, além dos em educação, segurança e saneamento públicos.

Os investimentos públicos, porém, quase inexistem _ o dinheiro evapora pelas torneiras da corrupção. É por essa razão que a sociedade brasileira recorre à iniciativa privada, pagando dobrado o serviço de saúde no Brasil (paga o imposto e os planos de saúde). O interessante é que o setor privado, também, parece não funcionar, em decorrêncida da falta de órgãos públicos competentes que fiscalizem as operadoras de planos de saúde.

2 comentários:

  1. Está triste mesmo a situação da saúde brasileira. Porque enquanto não houver uma fiscalização para que os profissionais de saúde tenham salários dignos, tenham aumentos anuais enquanto os planos tem acesso a esse aumento , a qualidade no atendimento á saúde só vai piorar a cadaano, a ponto de ficarmos a questionar se valhe mesmo pagarmos plano de saúde nesse país.
    dê uma olhada no meu blog sobre o absurdo dos planos de saúde. abraços a todos. debi
    www.debimcoelhoblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Por isso a For Life está chegando para tentar mudar esse cenário caótico. Por apenas 85 reais por mês você terá acesso a uma rede credenciada para tratar da sua saúde e bem-estar. Veja como funciona em http://bit.ly/forlifesaude.

    ResponderExcluir